Cresce número de violência doméstica em período de quarentena

 Cresce número de violência doméstica em período de quarentena

Com a quarentena e o isolamento, o número de violência doméstica com as mulheres aumentou, pelo fato de esposos, pais, namorados, padrastos, -e outros parentescos-, estarem mais presentes no cotidiano, e ficando bem mais em casa.

O número de denúncias, segundo dados do Ministério da Mulher, subiu 17% nesse período de isolamento social aumentando de 829 para 978. As ligações para o 180 também aumentaram, passando de 3.045 ligações diárias para 3.303, tendo um aumento significativo. Esses valores foram analisados e comparados entre a primeira e a segunda quinzena do mês de março.

Segundo Damares Alves, atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, já era de se esperar que esses números subissem, pelo fato de muitas vezes o agressor residir no lar dessas mulheres, pois, na maioria das vezes são os próprios parentes que as agridem, e, portanto, se isolar com a presença desse violentador irá desencadear maiores números de violência. Damares afirma também em nota que “durante a quarentena estamos reforçando os mecanismos que ajudam essas mulheres a denunciar”.

Texto embasado na revista Capricho por Raphaela Vitiello

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.