Elas são o que querem ser: Priscila Martins Santos da Silva

 Elas são o que querem ser: Priscila Martins Santos da Silva

Na edição de março da Revista Imediata foram convidadas MULHERES empreendedoras e empoderadas, para contarem suas respectivas histórias, desde dificuldades enfrentadas ao longo da carreira, até pontos positivos, então, Priscila Martins conta um pouco de sua trajetória.

PRISCILA MARTINS SANTOS DA SILVA, 34 anos, nasceu em Uberlândia/MG; ela é empresária da beleza e proprietária do Studio Pri.

Priscila iniciou na profissão de cabeleireira muito jovem, dentro de casa. Em 2002 ela engravidou do segundo filho e dividir os afazeres domésticos com os cuidados com as crianças mais a profissão, não foi possível. Durante alguns anos a cabeleireira trabalhou no comércio e em salões de beleza de terceiros.

“Voltei a pensar em trabalhar sozinha em 2012 quando abri minha empresa. Comecei em casa, porém, no ano seguinte, com clientes fiéis e um trabalho dedicado, montei meu próprio salão”.

Embora o Studio Pri lhe desse uma boa renda, a cabeleireira ainda dividia o tempo ministrando cursos na Embeleze, o que dava a ela a oportunidade de se atualizar com as tendências e fazer alguns bons cursos de extensão.

Hoje, o Studio Pri atende clientes não só no corte, escova e coloração, mas com mais oito parceiros oferece manicure, sobrancelha e depilação. A especialidade de Priscila são os loiros e as escovas progressivas, modalidades que garantem muitas clientes fiéis.

“No dia a dia de um salão de beleza a gente mata um leão por dia e a concorrência é forte. A profissão agrega bons profissionais e muitos deles estão em Indaiatuba. Mas eu me garanto no que faço e tenho a segurança de estar entre as melhores, aliás, foi essa segurança que fez eu me tornar uma empreendedora de sucesso”.

O que a levou a ter um negócio próprio?
Eu tinha um talento e uma vontade de ter uma “grife” de cabelos, daí a montar um salão foi um passo arriscado, ainda mais com um bebê que exigia muito do meu tempo. Mas minha determinação venceu e foi questão de meses para as coisas se equilibrarem e eu entender que, como profissional, aquela era a minha vez.

No dia a dia, como você encara a grande concorrência e qual o seu diferencial para conservar os clientes fiéis?
Encaro a concorrência como um desafio diário. Faço muitos cursos, estou sempre me atualizando e tenho alguns segredinhos de profissão que me ajudam a manter a fidelidade no salão. Além disso, sou uma pessoa de muita fé e penso que meu diferencial seja cuidar de minhas clientes com muito carinho. Esse carinho também se estende aos meus clientes do projeto social que participo e onde cortar cabelos se torna uma ação do coração.

Em uma palavra, o que é sucesso?
DETERMINAÇÃO… Posso citar duas? ALEGRIA

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.