EM LIVE PREFEITO NILSON GASPAR ABORDA APLICAÇÃO DA FASE VERMELHA DO PLANO SP EM INDAIATUBA

 EM LIVE PREFEITO NILSON GASPAR ABORDA APLICAÇÃO DA FASE VERMELHA DO PLANO SP EM INDAIATUBA

Após o anúncio de que todo o Estado de São Paulo entrará na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, a partir do próximo sábado (06) o prefeito Nilson Gaspar apresentou como serão aplicadas as novas regras em Indaiatuba em transmissão ao vivo através da redes sociais da Prefeitura de Indaiatuba na noite desta quarta-feira (03). Até o dia 19 de março serão permitidas apenas atividades essenciais, entre elas o transporte coletivo, trânsito de trabalhadores e estudantes, serviços considerados essenciais e atividades de delivery, drive e walk thru, conforme alvará. No mesmo período vigorará ainda a restrição de circulação e proibição de aglomeração de pessoas das 20h às 5h.

“Estamos passando por um momento muito sério e crítico, que requer preocupação e cuidado por parte de todos nós. Infelizmente estamos nos aproximando de um colapso na saúde pública e privada em todo o país e teremos que seguir essas difíceis medidas impostas pelo Governo Estadual que já entram em vigor neste sábado. Infelizmente o comércio será prejudicado pela irresponsabilidade de alguns que continuaram fazendo festas, aglomerações, ignorando que estamos vivendo uma pandemia”, disse o gestor municipal.

E completou: “Nossas forças de segurança atuarão de forma muito firme e seremos mais enérgicos com relação a festas clandestinas flagradas na nossa cidade e denúncias de perturbação do sossego. Não vamos admitir esse tipo de atitude irresponsável que contribui muito para a disseminação da doença no nosso município, prejudicando toda a população. Peço mais uma vez a ajuda e colaboração de todos para vencer essa fase extremamente difícil para todos nós. Protejam-se, não aglomerem e usem máscara”, argumentou.

A secretária de saúde, Graziela Garcia, informou que há sete dias Indaiatuba confirmava, em média, 40 novos casos de Covid-19 por dia. Agora são confirmados cerca de 80 novos casos diariamente. Desde o início da pandemia Indaiatuba registrou 15.221 casos da doença e 361 óbitos. Os leitos de UTI para a doença no município estão com ocupação de 100% no dia de hoje e os leitos externos contratados pelo município em Artur Nogueira estão com ocupação de 75%. “Pela primeira vez desde o início da pandemia os pacientes que precisarem de UTI para Covid-19 em Indaiatuba agora entrarão para a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS) do Governo do Estado, que os encaminhará para a cidade onde houver vaga”, enfatizou Graziela.

Também participaram da transmissão ao vivo o vice-prefeito, Dr. Tulio José Tomass do Couto, a secretária de Relações Institucionais e Comunicação, Graziela Milani e a secretária de Educação, Rita de Cássia Trasfereti.

FASE VERMELHA

No período de 06 a 19 de março deverão permanecer fechados: espaços públicos, atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio, shopping centers, salões de beleza, academias, teatros, cinemas e eventos que geram aglomeração de pessoas.

Em Indaiatuba estarão fechados ainda o Museu da Água, o Parque do Mirim, as Estações do Projeto Ecobike e os estacionamentos do Parque Ecológico. O atendimento ao público no Paço Municipal também será reduzido no período, sendo realizado das 8h às 15h. O horário de funcionamento interno será mantido.

Nesta nova fase estão autorizados a funcionar serviços de saúde, entre eles hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas e estabelecimentos de saúde animal. No setor de alimentação: supermercados, açougues, padarias, lojas de suplementos e feiras livres (o consumo no local é proibido). As atividades de serviços gerais, incluindo hotéis, lavanderias, serviços de limpeza, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo casas lotéricas), serviços de call center, assistência técnicas de produtos eletrônicos, bancas de jornais e atividades religiosas (com ocupação de 30% e funcionamento até às 20h). Para restaurantes e similares será permitido o funcionamento para retirada, entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru). O consumo no local será proibido.

Também estão permitidas atividades de indústria e construção civil, serviços de segurança, comunicação social exercida por empresas jornalísticas, atividades de logística, como empresas de locação de veículos, oficinas e serviços de transporte e empresas do setor de abastecimento.

EDUCAÇÃO

A secretária de Educação, Rita de Cássia Trasfereti, explicou que a educação básica passou a integrar a lista de serviços essenciais em decreto estadual publicado em dezembro do ano passado. Sendo assim, todas as escolas do município, públicas e particulares, serão mantidas abertas para atender os estudantes cujas famílias precisam do auxílio da escola, como pais que trabalham em serviços essenciais, crianças que estão com dificuldade de aprendizado ou com saúde mental sob risco.

A Secretaria Municipal de Educação seguirá o plano de volta às aulas e permanecerá atendendo 20% dos alunos de forma presencial, com revezamento de atividades presenciais e remotas. As escolas municipais continuarão seguindo o protocolo de segurança e todas as orientações do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Novo Coronavírus. As famílias que não quiserem enviar os estudantes para a escola deverão retirar as atividades para estudo remoto.

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.