Pandemia acelera a procura por lotes em condomínios e bairros planejados no interior

 Pandemia acelera a procura por lotes em condomínios e bairros planejados no interior

Taxas de juros baixas e busca por qualidade de vida são os pontos primordiais que movimentam o mercado. Pesquisa que inclui Itatiba mostra que a cidade é atrativa por apresentar os maiores índices de cobertura florestal da Região Metropolitana de Campinas e excelentes índices de qualidade de vida.

A procura por residências com áreas livres, principalmente em condomínios fechados e bairros planejados, tem aquecido cada vez mais o mercado imobiliário durante a pandemia da Covid-19. A adesão ao trabalho remoto (home-office) por empresas e profissionais liberais, com a tendência de permanecer em grande parte dos casos, aliada às baixas taxas de juros e à necessidade de melhor qualidade de vida são fatores que têm impulsionado este mercado.

De acordo com levantamento da Imovelweb, já em maio a busca por casas com quintal aumentou 96% se comparada ao mesmo período do ano passado. “Com as taxas de juros chegando a 7% ao ano em vários bancos, o universo potencial do comprador aumenta e estimula o aquecimento das negociações”, avalia Guilherme Werner, sócio da Brain Inteligência Estratégica, empresa de pesquisa e consultoria em negócios, com atuação nacional destacada em Mercado Imobiliário, Pesquisa de Bens e Serviços e Estratégia Empresarial, responsável pela realização de pesquisa sobre o setor que incluiu moradores de Itatiba. Um dos exemplos é a redução histórica da taxa da Selic (que representa os juros básicos da economia brasileira) a 2%, tornando as condições bem favoráveis para operações de créditos e investimentos.

Qualidade de vida

Itatiba está na lista das cinco cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) com os maiores índices de cobertura florestal e esse tem sido um dos fatores para torná-la bastante atrativa para quem está em busca de “morar bem”. Esta cidade do interior paulista conta com mais de 20% de sua superfície preenchida por vegetação nativa. Adquirir um imóvel em uma cidade próxima à capital passou a ser sonho de consumo de muita gente. Com pouco mais de 120 mil habitantes, Itatiba está a aproximadamente 86 km da capital paulista.

     

De acordo com pesquisa realizada pelo INDSAT – Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos -, a qualidade de vida da cidade de Itatiba tem alto grau de satisfação desde o início de 2017. “As pessoas querem fugir do barulho, da poluição, querem estar mais seguras”, comenta Guilherme. Entre as constatações está a de que as casas utilizadas para descanso nos fins de semana nas cidades do interior deixaram de ser destinadas exclusivamente ao lazer. “Quem já possui uma, está vindo para morar. E quem não tem, quer comprar”, observa. “Retomamos as expectativas que tínhamos, antes da pandemia, de que 2020 seria um dos melhores anos da história recente do mercado imobiliário. O setor saiu do fundo do poço e, felizmente, está aquecido”, comemora.

A Fibra Experts, empresa especializada no setor imobiliário e presente desde 2004 nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará, lembra que o mercado está aquecido também para apartamentos e lofts. Os últimos dois lançamentos na capital paulista, iniciados em outubro – o Ethos Moema e o Conext Liberdade, já estão com mais de 70% das unidades vendidas. A empresa também tem investido em loteamentos no interior de São Paulo, como o Jardim Bonança, em Bragança Paulista e Reserva das Papoulas, em São Roque. Itatiba está incluída nos futuros projetos da empresa.

     

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.