PM encontra fábrica clandestina de bebidas com trabalhadores em situação análoga à escravidão em Indaiatuba

 PM encontra fábrica clandestina de bebidas com trabalhadores em situação análoga à escravidão em Indaiatuba

No local, a corporação encontrou 1 mil caixas de cervejas, além de rótulos e tampas usados para adulteração. Funcionários ganhavam R$ 1 por falsificação.

A Polícia Militar encontrou uma fábrica clandestina de bebidas em um galpão na zona rural da Indaiatuba (SP), na noite de terça-feira (29). No local, a corporação encontrou 1 mil caixas de cervejas, além de rótulos e tampas usados para adulteração. Além disso, pelo menos 17 pessoas trabalhavam em situação análoga à escravidão.

De acordo com a polícia, os trabalhadores são dos estados do Goiás, Tocantins e Rio Grande do Norte. Eles começavam a trabalhar às 6h, não tinham hora para parar e o salário era de R$ 1 para cada caixa de cerveja adulterada.

Os suspeitos adquiriam cervejas de marca mais barata e mudavam o rótulo para os de fabricantes mais caros.

Dois homens que estavam no galpão prestaram depoimento na Delegacia de Indaiatuba e vão responder por crimes contra a saúde pública.

O terceiro indiciado era responsável pelo transporte dos trabalhadores. A moradia não tinha condições adequadas para abrigar as 17 pessoas.

Um dos homens ficou preso porque era procurado por tráfico de drogas no Tocantins. A polícia vai continuar a investigação para tentar encontrar o responsável.

Carlos Roberto

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.