Tecnologia de ozônio garante descontaminação de automóvel

 Tecnologia de ozônio garante descontaminação de automóvel

Aplicação elimina vírus, fungos e bactérias que se instalam dentro do carro e já está disponível em lava-rápido de Indaiatuba

Manter o carro limpo e higienizado não é apenas uma questão estética, mas sim de saúde. Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Biomedicina da Devry Metrocamp, de Campinas, em 76 partes internas de automóveis, constatou contaminação – em todas elas – de até 10 mil fungos e bactérias, que causam doenças como rinites, micoses e infecções, entre outros.

Com esse grande acúmulo de agentes maléficos para a saúde, a limpeza não pode se limitar apenas a trocar o filtro do ar-condicionado ou realizar uma lavagem superficial periodicamente. É importante também aspirar o carro com frequência, retirar o lixinho que normalmente fica preso ao câmbio – e que acaba se tornando um repositório de sobras de alimentos consumidos no veículo – e utilizar produtos próprios para limpeza de painel, volante, entre outras áreas internas. Tudo isso reduz, consideravelmente, o número de micro-organismos que ficam depositados no ambiente.

Porém, nem essa limpeza, mesmo sendo realizada com frequência, garante que todo ambiente interno seja realmente higienizado, já que alguns locais são de difícil acesso. Pensando nisso, uma das formas encontradas pelo empresário Franco Caselli, proprietário do Herbie Lava Car – lava-rápido que fica em Indaiatuba (SP) – para garantir aos clientes uma higienização completa, foi investir em um sistema de descontaminação de micro-organismos que ainda atua eliminando odores.

Segundo Caselli, a oxi-sanitização, como é denominado o processo, oferece os melhores resultados na eliminação de problemas como cheiro de cigarro, mofo e descontaminação do ar-condicionado, já que consiste no uso de ozônio para eliminar todo tipo de odor e micro-organismo que se instala no interior do veículo. “Como o ozônio é um gás, acaba se espalhando por todo o ambiente e consegue ir a lugares que uma limpeza comum não consegue chegar, inclusive na fibra do tecido, e destruir os compostos químicos causadores de mau odor, além de bactérias, vírus, fungos”, destaca.

COMO FUNCIONA O sistema de oxi-sanitização permite a eliminação de vírus, fungos, bactérias, aromas e até mesmo mofo porque se vale de gás ozônio (O3), que é um dos mais poderosos oxidantes que se conhece – utilizado para tratar ar, água e efluentes – para purificar a área interna do veículo. Para garantir sua eficácia, o equipamento utiliza o oxigênio atmosférico e, por meio de uma descarga elétrica potente, gera ozônio. O gás atua cerca de 3 mil vezes mais rápido do que o cloro, além de ser um alvejante natural.

Esse processo permite uma limpeza muito mais profunda que a convencional. De acordo com o diretor da Central de Ambulâncias de Indaiatuba, Rogério Giora Pereira, a higienização frequente já faz parte da rotina nos carros de transporte de pacientes. “É extremamente necessário essa desinfecção para manter a higiene geral dos veículos bem como o ar em perfeitas condições. Faz parte da nossa rotina a limpeza com álcool 70%, hipoclorito de sódio a 1% e água e sabão, mas com essa pandemia aumenta a preocupação de contágio e por isso uma desinfecção mais profunda é muito eficiente”, salienta.

Consciente da importância da higienização, ainda mais durante o período de doenças como a Covid-19, oferecer o serviço de oxi-sanitização é uma forma de não tornar o veículo um possível transmissor de doenças. “Sabemos que muitas pessoas precisam continuar utilizando o carro, então, decidimos investir no aparelho para poder garantir a segurança dos nossos clientes”, destaca Franco Caselli.

Como forma de contribuir com a comunidade local, o empresário doou para a Secretaria Municipal de Saúde a realização de cinco higienizações avançadas com o uso do equipamento de oxi-sanitização.

Instagram herbielavacar l Facebook herbielavacarindaiatuba

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.