Vereador Pepo Lepinsk sugere criação do ‘ProUni Municipal’

 Vereador Pepo Lepinsk sugere criação do ‘ProUni Municipal’

Objetivo é garantir o ensino superior aos alunos de baixa renda, que abandonam os estudos por falta de recursos financeiros

 

A criação de um ProUni Municipal está sendo sugerida à Prefeitura de Indaiatuba através de indicação do vereador e presidente da Câmara, Pepo Lepinsk (MDB). O documento será apresentado à Câmara durante sessão desta segunda-feira (13) e encaminhado para a administração que pode adotar ou não a proposta.
Na justificativa da indicação, o parlamentar explica que o objetivo é garantir acesso aos alunos de baixa renda que não conseguem recursos financeiros suficientes para pagar as instituições de ensino, abandonando os estudos.
“Só no primeiro semestre de 2020, a inadimplência cresceu 30% em relação aos anos anteriores e os cursos tiverm 38% de queda na quantidade de ingressantes no segundo semestre, segundo dados da Associação Profissional das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de SP, o Semesp. São números muito altos, que justificam a criação do programa no Município”, diz Pepo.
Para Pepo, a educação é aquilo que impulsiona as pessoas a terem uma vida melhor e a conseguirem melhores postos de trabalho. “Neste pós-pandemia, as empresas chegam a Indaiatuba com necessidades de mão-de-obra muito específicas, e é pelo ensino formal que conseguiremos preencher estas vagas. O ProUni Municipal garantirá que todo jovem tenha acesso ao ensino superior e, portanto, a melhores oportunidades em postos de trabalho, reduzindo as desigualdades e contribuindo para o desenvolvimento social, científico e tecnológico do Município e, consequentemente, do País”, acredita Pepo.

Pagamentos
Como sugestão de pagamento das mensalidade via ProUni Municipal, a indicação do vereador Pepo Lepinsk fala em fracionar os valores em três partes: 1/3 será oferecido de desconto pela universidade/faculdade, 1/3 será pago pela Prefeitura de Indaiatuba diretamente à universidade e 1/3 será pago pelo estudante.

Raphaela Vitiello

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.